terça-feira, 11 de julho de 2006

Palavras Pós-Copa

 
Meus posts aqui em meu blog são tão esporádicos, que quando retorno aqui, fico impressionado com o que escrevi há algum tempo atrás. Parece que existe uma certa regularidade com que eu venho aqui postar, e escrever algumas linhas. Existe em mim um tempo certo para escrever na medida certa. Cada palavra em seu lugar, cada pensamento em sua linha de raciocínio. A Copa passou, o Brasil perdeu, Roberto Carlos não fez nada para impedir o gol, Felipão levou Portugal a mares nunca dantes navegados, Zidane se despediu do futebol com uma cabeçada infeliz, a Itália chegou onde somente o Brasil já chegou tempos atrás. Mas não sou comentarista de futebol, e nem tenho capacidade para comentar sobre futebol. Prefiro falar sobre outros pormenores poéticos de nossas vidas. Tenho hoje curiosidade em saber como serão meus próximos anos. Sinto perfeitamente dentro de mim que tudo poderá ser incrivelmente melhor do que nos anos que se passaram. Se bem que não podemos comparar nada que passou com nada que ainda está por vir. Tudo é imprevisível. Mas eu sinto uma perfeição insistente no meu futuro próximo, e só depende de mim que ele seja perfeitamente melhor do que esse momento de agora. Fico mais apreensivo com o dia de amanhã do que com o ano que vem, com os próximos meses, apenas por conta de situações nas quais me deixo levar, ou que deixo que aconteçam sem que eu faça algo ou tome algum tipo de atitude. E estranhamente parece que sinto que algo, ou alguém me protege de todos os males deste mundo, me purifica aos poucos, me solta, me liberta, me libera, me sopra no ar em rajadas limpas de vento. Sinto-me solto, dono de mim, dono de meus atos, dono de meus pensamentos mais lindos e mágicos. Só me questiono algumas sobre onde está o amor neste nosso mundo de hoje? As pessoas só pensam em pedras, palavrões, perversões, perdições. Enquanto eu penso diferente, penso em pétalas, perfeições, pessoas, presentes.

poema
pétalas, palavras, pronúncias
pistolas, pessoas, prenúncios
provas, pratos, prantos
prerrogativas, propostas
perdas, perdições, perversões
pêras, pirâmides, paisagens
passeios, paçocas, pássaros
pronto
 
© 2013 Contaminação de Ideias. Todos os direitos reservados do autor. É proibida a cópia ou reprodução sem os direitos autoriais do autor Ulisses Goés. Powered By Blogger. Design by Main